sábado, 18 de marzo de 2017

Saída de Campo 1 (PORT)

Olá EJIPeros! Hoje vamos contar algumas coisas sobre a primeira das nossas saídas de campo.  Acompanhas-nos? 

O ORDOVÍCICO SUPERIOR DO SINCLINAL DE BUÇACO:

Das últimas comunidades endémicas peri-gondwânicas à grande extinção finiordovícica
(Sofia Pereira & Jorge Colmenar)

Sábado, 21 de abril

A saída de campo terá partida de Pombal e levar-nos-á à região do Sinclinal de Buçaco, a sequência mais completa do Ordovícico Superior de Portugal e a pioneira no reconhecimento desta série na Península Ibérica. 


Resumo

O objetivo da saída é visitar diferentes secções por ordem estratigráfica onde estão representadas associações macrofossilíferas dominadas por braquiópodes, briozoários, equinodermes e/ou trilobites. Deste modo, serão observadas as alterações na diversidade e composição das associações, permitindo a interpretação da evolução das comunidades bentónicas durante o Ordovícico Superior. Estas modificações espelham uma sucessão de eventos importantes que ocorreram a nível global durante o Ordovícico Superior, como o episódio de aquecimento global BODA ou a grande extinção do Hirnantiano, a segunda maior conhecida no Fanerozoico (lembrar-vos que a maior é a do Permo-Triásico e que a tão badalada do final do Cretácico foi um dia normal na terra a comparar com estas :) ). Se és jovem, ou nem por isso, e queres ver o registo de uma extinção a sério, esta saída é para ti!



Breve enquadramento histórico-geológico

Os primeiros estudos geológicos a enfocar a sequência paleozoica do Sinclinal de Buçaco datam da década de 1850, conduzidos por Carlos Ribeiro, um dos pioneiros da Geologia em Portugal. Durante a segunda metade do século XIX, Nery Delgado, outro destes pioneiros, dedica-se ao estudado da estratigrafia e paleontologia do Ordovícico e Silúrico desta estrutura geológica, conferindo-lhe o estatuto nacional e internacional que ainda hoje detém como região clássica para o estudo de materiais destas idades. Serão visitadas jazidas clássicas destes autores. 




O Sinclinal de Buçaco é uma estrutura hercínica do bordo oeste da Zona Centro-Ibérica portuguesa, constituído por materiais do Paleozoico, com cerca de 40 km de extensão (máximo largura 4,5 km), entre as regiões de Luso, a noroeste, e Ponte de Sótão, a sudeste (Fig. 19). Tem uma orientação NW-SE. Na zona axial deste sinclinal afloram rochas de idade silúrica. Este sinclinal compreende duas sequências litostratigráficas, separadas por uma discordância angular: o Grupo das Beiras, uma sequência monótona, quilométrica, de xistos e grauvaques datados do Neoproterozoico ao Câmbrico ?médio e uma sequência metassedimentar paleozoica pós-câmbrica, desde o Ordovícico Inferior ao Silúrico. Depois, a estorvar os afloramentos do Paleozoico inferior, há umas coberturas do Carbónico e do Meso-Cenozoico, mas como só temos um dia, vamos àquilo que é mais bonito e interessante, o Ordovícico Superior.


Será sempre a subir…



Nem só de Paleontologia vive o Homem

Ao longo da visita serão abordadas temáticas de geomorfologia, sedimentologia, vulcanismo e geologia estrutural para poder compreender a evolução geodinâmica e paleogeográfica da região no final do Ordovícico. Será ainda posto um pezinho na história mais recente da região, importante por ter sido o palco da Batalha do Buçaco, a 27 de setembro de 1810, onde as tropas francesas de Napoleão foram derrotadas pela aliança anglo-lusa. Como memórias desta batalha poder-se-ão visitar o Obelisco e o Museu Militar, inseridas na Mata do Buçaco onde não faltam autênticos restaurantes de luxo, vulgarmente conhecidos como parques de merendas, para atacarmos o nosso farnel.



Organização


A saída será conduzida por Sofia Pereira (Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Portugal) e Jorge Colmenar (Natural History Museum of Denmark – University of Copenhagen, Dinamarca), especialistas em trilobites e braquiópodes, respetivamente, do Ordovícico Superior destas sequências.

Alguns links com interesse:

Mata do Buçaco: http://www.fmb.pt/v2/pt/
Batalha do Buçaco: https://pt.wikipedia.org/wiki/Batalha_do_Bu%C3%A7aco
Museu Militar de Buçaco: https://pt.wikipedia.org/wiki/Museu_Militar_do_Bu%C3%A7aco

Alguns trabalhos científicos:

http://www.socgeol.org/documents/trilobites-do-silurico-de-loredo-bucaco
http://jgs.lyellcollection.org/content/145/3/377.refs
https://www.researchgate.net/publication/311102073_The_Vinha_de_Leira_Ma_locality_Upper_Ordovician_Bucaco_Portugal_considerations_on_the_age_and_the_lithostratigraphy_of_the_Porto_de_Santa_Anna_Formation

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada